Conheça o método de estudo Robinson

Comentarios:

Home Pra Estudar
método de estudo Robinson

Você já ouviu falar no método de estudo Robinson? Criado em 1946 pelo psicólogo educacional Francis Pleasante Robinson – que queria promover um aproveitamento acadêmico maior entre estudantes –, esse plano se mostra surpreendentemente atual ao se estruturar em cinco passos principais: explorar, perguntar, ler, rememorar e repassar.

Nos Estados Unidos, o método de estudo Robinson é amplamente adotado pelos universitários. Mas aos poucos ele também ganha espaço no Brasil: muitas pessoas já se utilizam dele durante a preparação para concursos públicos, por exemplo. Quer saber se é uma boa pedida para o vestibular ou a faculdade? Saiba mais sobre cada um dos passos!

Passo 1: Explorar

O primeiro passo consiste em fazer uma leitura superficial do material escolhido para os estudos para descobrir se é realmente útil e ter uma noção geral sobre o tema. Atente-se para a formatação do texto, uma vez que recursos como itálico e negrito costumam destacar as ideias mais importantes. Também aproveite para analisar imagens, gráficos e outros elementos visuais.

Passo 2: Perguntar

Separe um espaço no seu caderno ou crie um documento no seu computador com as principais perguntas que tiver a respeito do material: qual é a ideia central? Como determinada informação pode ajudar? Quais são os objetivos do autor? Algum ponto não ficou claro? Quando você questiona, sua mente se abre para a aquisição de novos conhecimentos!

Passo 3: Ler

Hora de fazer outra leitura do texto! Dessa vez é preciso prestar muita atenção em todos os argumentos desenvolvidos pelo autor, tentando responder às suas próprias questões sobre o conteúdo. Busque as partes fundamentais do texto, destacando-as das complementares. Vale fazer anotações, grifar ou montar esquemas – aposte no que for mais conveniente para você e seus objetivos.

Passo 4: Rememorar

Terminou de ler uma parte importante do texto? Antes de partir para a próxima, é preciso ter certeza de que ela ficou bem guardada na sua cabeça. Faça um pequeno resumo de tudo o que estudou e depois anote da maneira que achar melhor, identificando possíveis lacunas no seu aprendizado. Também vale voltar às questões do segundo passo e tentar respondê-las sem consultar o material.

Passo 5: Repassar

O passo final é fazer uma análise completa de tudo o que foi estudado para garantir que o conteúdo se fixou de vez na sua memória. Você pode ler o material original mais uma vez, analisar as suas anotações ou discutir sobre o conteúdo com outra pessoa. Repita esse processo com alguma frequência até se sentir inteiramente confiante a respeito da sua propriedade sobre o assunto.

Como você pode ver, o método de estudo de Robinson não é revolucionário ou mirabolante, como aqueles que exigem tanto esforço para entender quanto o próprio conteúdo a ser estudado. Basta ter um pouco de organização, se comprometer com o seu objetivo e exercitar o senso crítico para conquistar bons resultados. Experimente-o e boa sorte na sua jornada!

Gostou de conhecer o método de estudo Robinson? Então compartilhe esse post nas redes sociais e convide seus amigos para um debate!

Deixe uma resposta