Vale a pena comprar os livros da faculdade?

Comentarios:

Home Pra Estudar

Afinal, vale a pena comprar os livros da faculdade? Essa é uma dúvida recorrente entre calouros na primeira semana de aulas, quando professores apresentam planos de ensino com bibliografias intermináveis.

Bem, na verdade tudo depende do seu perfil! Se você gosta de se aprofundar nos estudos, pensa em montar uma pequena biblioteca ou tem condições financeiras para isso, pode comprar os livros da faculdade sem medo.

No entanto, existem alternativas para quem prefere descobrir se vale a pena comprar as obras, toma cuidado para não acumular materiais desnecessários em casa ou precisa economizar dinheiro. Veja quais são elas:

Descubra quais são os clássicos da sua área

Todas as áreas do conhecimento contam com um grupo seleto de autores e obras que sempre serão estudados, independentemente do modo como evoluem. Eles costumam ser abordados logo no primeiro semestre!

Se a sua grade curricular conta com alguma disciplina de introdução às principais teorias da sua área, é provável que o plano de ensino dela esteja recheado de clássicos que podem ser levados para a vida. Dê prioridade a eles.

Peça a ajuda dos seus professores

Às vezes, o número de clássicos de uma área é realmente grande ou você quer se aprofundar em algum assunto que foi pouco abordado em sala de aula. Nesses casos, peça a ajuda dos seus professores para comprar bons livros.

Dependendo da especialidade de cada um, eles podem ajudar a escolher a obra mais completa ou encontrar um autor que tenha autoridade sobre o assunto que você deseja conhecer melhor.

Transforme a biblioteca na sua maior aliada

Todas as instituições de ensino superior de respeito possuem acervos próprios. Elas emprestam suas obras gratuitamente e contam com sistemas de renovação que ajudam bastante quem prefere economizar.

Como a concorrência pelos livros costuma ser grande, é preciso se planejar com antecedência para não ficar sem. Também vale a pena sugerir aos professores que eles solicitem a compra de novos exemplares das obras mais usadas.

Pegue livros emprestados com os seus colegas

Como você já deve ter percebido, cultivar um bom relacionamento com os veteranos é fundamental para quem quer se integrar ao campus da universidade e às atividades do curso – sejam elas acadêmicas ou não.

Os alunos mais velhos também guardam materiais em casa que podem ser úteis para os iniciantes. Portanto, não tenha medo de pedir livros e apostilas emprestados para eles. Só não esqueça de cuidar bem e devolver depois, certo?

Visite sebos

Os livros usados no ensino superior podem ser bem caros! Por sorte, quem não faz questão de ter exemplares em perfeito estado ou não precisa de obras super atualizadas pode recorrer aos sebos.

Quem não tem tempo para garimpar em sebos ou não consegue encontrar determinada obra nos estabelecimentos da própria cidade pode recorrer à Estante Virtual, que conta com mais de 16 milhões de livros.

Dê preferência aos e-books

Se você não ter problemas em ler grandes volumes de textos na tela do seu computador, celular ou tablet, que tal mergulhar no fantástico mundo dos e-books? Normalmente, eles são mais baratos que os livros físicos!

Também existem plataformas que disponibilizam determinadas obras gratuitamente, como a Le Livros, a Universia e o Domínio Público. Inclusive, essa última é a biblioteca digital do governo e oferece vários outros documentos.

Faça cópias dos principais trechos

Copiar um livro na íntegra é um crime contra a propriedade intelectual e pode sair tão caro quando comprar um exemplar novo! Por isso, recomendamos que você evite aquele ímpeto de recorrer ao xerox da faculdade o tempo todo.

Converse com os professores para descobrir quais são os capítulos mais importantes das obras usadas nas disciplinas ou selecione as passagens que você considera essenciais para os seus estudos antes de fazer cópias.

Você prefere comprar os livros da faculdade ou adotar outras estratégias? Conte para a gente nos comentários!

Deixe uma resposta