Novas regras do FIES e ProUni tirariam, ao menos, 530 mil estudantes do acesso aos programas

Comentarios:

Home Pra Economizar
Aula 1

Se já valessem hoje, as novas regras de FIES e ProUni deixariam ao menos 530 mil estudantes sem acesso a ambos os programas de governo voltados ao ensino superior. É que 529,4 mil alunos dentre os mais de seis milhões que realizaram o último ENEM zeraram a nota da redação, segundo anúncio do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Já a partir de abril, quem viver esta situação não mais poderá se valer dos programas, assim como quem apresentar resultado inferior a 450 pontos. O MEC ainda não divulgou quantos alunos ficaram abaixo da nota de corte exigida pela nova regra. Porém anunciou que mais da metade (55%) dos alunos não atingiram 500 pontos na prova. Portanto, o número de alunos sem a cesso aos programas certamente será bem maior.

As novas regras também impedem a utilização de Fies e ProUni ao mesmo tempo, salvo quando os subsídios tiverem como fim o custeio de um mesmo curso de uma mesma instituição.

Para aqueles que precisam de crédito para realizar o sonho do ensino superior, mas estão impossibilitados de usar FIES e ProUni, é hora de conhecer outras opções de programas de apoio ao acesso no ensino superior.

Hoje o maior crédito privado do País é o PRAVALER, que desde 2006 funciona como uma alternativa de ingresso à graduação para quem precisa de apoio financeiro. Desde sua criação, o programa já financiou cerca de R$ 1 bilhão em mensalidades, o que beneficiou mais de 40 mil alunos em todo o Brasil.

 

A principal vantagem do programa é permitir ao aluno fazer o curso que realmente quer, e não apenas aquele que tem a mensalidade que cabe em seu bolso. O crédito universitário tornou-se uma das principais ferramentas de inclusão à educação superior nos últimos anos. O financiamento privado permite que o sonho da graduação não seja adiado, o que abre oportunidades para evolução profissional e ganhos salariais maiores.

 

Com o PRAVALER, o estudante paga pouco mais da metade da mensalidade por mês, tem mais tempo para pagar (até 2,5 vezes o tempo do curso) e as parcelas não se acumulam. Há modalidades em que o aluno paga o primeiro ano ou até mesmo todo o financiamento sem juros. Não há segredo: nestes casos, a instituição de ensino arca com os juros porque entende ser uma maneira de aumentar o acesso ao ensino superior.

A contratação do PRAVALER é fácil, rápida e sem burocracia. Para simular a contratação do crédito, basta acessar o site www.pravaler.com.br e consultar a lista com mais de 200 instituições em todo o País que oferecem a opção de financiamento. Quem está na iminência de iniciar a vida universitária e precisa de algum auxílio financeiro para facilitar o pagamento das mensalidades pode solicitar o Crédito Universitário PRAVALER diretamente pelo site. Assim o aluno pode focar no que realmente importa: sua vida estudantil.
Quer saber quanto custa a faculdade dos seus sonhos? Acesse www.portalpravaler.com.br e faça uma pesquisa!

Deixe uma resposta