COMO CONTRATAR O FIES

Comentarios:

Home Pra Economizar
Finanças 4

Você já ouviu falar em FIES? Trata-se de um programa do Ministério da Educação (MEC) chamado de Fundo de Financiamento Estudantil, que tem como objetivo financiar pessoas que tenham interesse em fazer um curso superior. Podem solicitar esse financiamento os estudantes matriculados em cursos de nível superior não-gratuitos, presenciais e que atendam a todas as exigências. Quer saber como contratar o FIES? Então, veja nosso passo a passo e tire todas as suas dúvidas.

Passo a passo: como solicitar o FIES

1 – CADASTRE-SE NO SISFIES

Durante o ano inteiro, você pode entrar no SisFIES e informar seus dados pessoais para dar início à solicitação. Depois disso, você vai receber um e-mail para confirmar o seu cadastro e deverá voltar ao site para informar mais detalhes sobre você e a sua faculdade.

2 – ESPERE A VALIDAÇÃO DAS INFORMAÇÕES

Depois de preencher tudo, em no máximo 10 dias você terá que procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) na sua faculdade para que ela valide os dados informados por você.

3 – EFETUE O FINANCIAMENTO

Depois dos dados validados, vá até um agente financeiro do FIES. Você tem até 10 dias para formalizar a contratação do financiamento. Então, você vai escolher o banco e a agência de preferência para você trabalhar. Hoje, os agentes Financeiros do Programa são a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil.

Dúvidas frequentes sobre o FIES

1 – É NECESSÁRIO FAZER O ENEM?

Quem concluiu o ensino médio depois do ano de 2010 deve fazer o ENEM para poder solicitar o financiamento. Porém, há exceções. De acordo com o Ministério da Educação, os professores da rede pública que estiverem atuando e quiserem financiar um curso de licenciatura ou de pedagogia não precisarão se submeter ao Enem. Já para os que concluíram antes de 2010, é só comprovarem essa informação na CPSA.

2 – QUAIS SÃO OS JUROS?

A taxa efetiva de juros do FIES é de 3,4% ao ano para todos os cursos.

3 – QUAIS SÃO OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA FAZER A REQUISIÇÃO DO FINANCIAMENTO?

  • Documento de Regularidade de Inscrição (DRI) emitido pela CPSA;
  • Termo de concessão ou de atualização do usufruto de bolsa parcial do ProUni, quando for o caso;
  • Documento de identificação;
  • CPF próprio e, se menor de 18 anos de idade não emancipado, CPF do representante legal;
  • Certidão de casamento, CPF e documento de identificação do cônjuge, se for o caso;
  • Comprovante de residência;
  • Documentos do fiador (no caso da opção por fiança convencional ou fiança solidária).

4 – PRECISO DE FIADOR?

É exigida a apresentação de fiador, exceto para alunos matriculados em cursos de licenciatura, bolsistas parciais do ProUni e os alunos que tenham renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio.

5 – EXISTEM OUTROS REQUISITOS?

  • O cursos tem que ter no mínimo 3 anos de duração;
  • A pessoa não pode já ter sido beneficiada com financiamento do Fies;
  • O curso não pode estar trancado;
  • A renda familiar mensal tem que ser inferior a vinte salários mínimos.

6 – E SE EU NÃO CONSEGUIR O FIES?

O PRAVALER é uma boa alternativa. Maior programa de crédito universitário privado do país, ele já ajudou mais de 40 mil alunos a pagar a faculdade sem aperto no final do mês, parcelando a mensalidade.

O crédito Universitário PRAVALER pode ser utilizado por quem quer começar os estudos ou por quem já está na faculdade, tanto para cursos presenciais quanto à distânca. Também é possível utilizar o programa para parcelar as mensalidades de MBAs, mestrados, doutorados ou cursos técnicos. Tudo online, rápido e fácil.

Clique aqui e saiba mais!

Deixe uma resposta